LiteraturaNotícia

“MEMÓRIAS DO TEMPO”

ELIZEU CARDOSO É MÚSICO E MEMBRO DA ACADEMIA PINHEIRENSE DE LETRAS, ARTES E CIÊNCIAS (APLAC)
35visualizações

Escritor pinheirense Elizeu Cardoso lança seu quarto livro em São Luís

ELIZEU CARDOSO É MÚSICO E MEMBRO DA ACADEMIA PINHEIRENSE DE LETRAS, ARTES E CIÊNCIAS (APLAC)

O escritor Elizeu Cardoso, membro da Academia Pinheirense de Letras, Artes e Ciências (Aplac), lançará seu quarto livro, nessa sexta-feira (19), em São Luís, na Casa de Cultura Josué Montello. Trata-se da obra “Memórias do Tempo”, que aborda sobre personagens de Pinheiro, na Baixada Maranhense, que viveram há mais de 100 anos. O romance é da linha realismo fantástico.

Segundo Elizeu, o livro foi escrito entre novembro de 2018 e fevereiro deste ano, sob influência de duas grandes obras, que são “Coisas de Antanho”, de Josias Abreu, e “Bem te vi, bem te conto”, de Graça Leite”, dois autores de Pinheiro. Esses dois livros retratam personagens antigos daquela cidade. Cardoso, nesse sentido, escreveu um romance interligando essas pessoas históricas.

MEMÓRIAS QUE RETRATAM PERSONAGENS DA HISTÓRIA DE VIDA DO AUTOR

Essas pessoas, como frisou o pinheirense, são reais e possuem características compostas e peculiares. A obra gira em torno de um casal de pescadores, Jovita e Raimundo Cojuba, que moram às margens do Rio Pericumã, em Pinheiro, em uma área conhecida como “Faveira”. Mas há outros personagens, como Melquíades Avião, que presenciou a queda de uma estrela perto dele, e Inácia Coragem, conhecida pela frase “nunca no mundo, no mundo sempre”.

Conforme Elizeu, o romance mostra uma Pinheiro antiga, quando a Igreja da Matriz ainda possuía apenas uma torre, sendo que, atualmente, há duas torres. De acordo com ele, a pesquisa foi muito demorada, pois o autor teve que realizar várias coisas, como a compilação, a fim de que o livro ganhasse o contorno que Cardoso imaginou. Importante destacar que o escritor ocupa a cadeira nº 15 da Aplac, que foi ocupada por seu pai, Napoleão Cardoso. O patrono da cadeira é Abraão Cardozo, tio de Elizeu.

O lançamento do livro ocorrerá no Centro de Cultura Josué Montello, na Rua das Hortas, Centro de São Luís, nº 327. A entrada é franca, sendo que haverá um coquetel e uma apresentação do músico Mano Lopes, que é violonista. Em Pinheiro, também acontecerá um relançamento, no dia 30 deste mês, na sede da Aplac, às 17h. A obra custará o simbólico valor de R$ 40.

Texto: Nelson Melo

Fotos: Divulgação

Deixa uma resposta